Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

30 de abril de 2015

Alimentos Funcionais

Atualmente, falarmos sobre alimentos funcionais virou moda. Abrimos a revista, ligamos a TV, e sempre encontramos alguma dica nutricional sobre alimentos funcionais. Mas, afinal, o que são os alimentos funcionais e no Brasil quem define se o alimento é funcional?
Quem define se um alimento é funcional ou não, primeiramente é a Ciência que estuda as propriedades do alimento, mas quem regulariza os mesmos no Brasil, é a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que obedece a portaria n° 18 e 19 de 1999. Nesta portaria, está definido que os Alimentos Funcionais são aqueles que além de fornecerem energia para o corpo e uma nutrição adequada, produzem outros efeitos que proporcionam benefícios à saúde, auxiliando na redução e prevenção de diversas doenças.
Um exemplo simples de alimento funcional é a UVA, que é uma fonte de Vitamina C, mas também contem resveratrol que é um composto que ajuda a estimular a função que produz energia no nosso organismo, prevenindo como exemplo, a doença de Alzheimer, além de ajudar a aumentar o colesterol bom, evitar o acúmulo de gordura nas artérias, prevenindo também, doenças do coração.
Ou seja, além do valor nutricional, foi feito uma alegação funcional para aquele alimento, pois através da ciência, conseguimos provar que o alimento é preventivo de determinadas patologias.
Para incentivarmos a utilização de alimentos funcionais, a Clínica Corpore Sano está disponibilizando duas receitinhas, para tornar a sua vida ainda mais leve e saudável.


27 de abril de 2015

A importância do consumo adequado de água

A água é indispensável para a vida humana, pois está presente no sangue que é composto por 83% de água (Pace, 1998), nas articulações, no sistema respiratório, na regulação da temperatura corporal, na pele, no sistema digestivo e nervoso, participando no processo de transporte de alimentos, oxigênio, sais minerais, além de estar presente em todas as secreções como o suor e a lágrima. Para facilitar a compreensão, nós da Clínica Corpore Sano, elencamos alguns itens para você:

1 - Facilita a digestão
A água contribui para a formação de enzimas que são substâncias que facilitam as reações químicas do organismo, interferindo também na produção da saliva e suco gástrico, que atuam na digestão.
2 - Previne o inchaço
Sem uma hidratação adequada, o volume de sangue diminui. Assim, as vitaminas e os minerais, que são transportados pelo sangue, demoram mais tempo para chegar às células, na pele e nas extremidades como cabelo e unhas. Por outro lado, bem hidratada, os nutrientes chegam na sua pele deixando-a mais bonita e seu cabelo e unhas mais nutridos. Além disso, com uma boa irrigação, o organismo não retém sódio – responsável pelo edema (inchaço).
3 - Regula a temperatura
Por meio da transpiração, a água evita que o organismo entre em colapso com alterações bruscas de temperatura e faz com que ele se adapte ao ambiente.
4 – Melhora a performance da atividade física
O melhor desempenho em atividades físicas ocorre porque as fibras musculares ficam bem hidratadas, deslizando com mais facilidade, o que reduz o risco de cãibras e de contusões.
5 – Desintoxicar
Grande parte das toxinas são eliminadas pelo nosso organismo por meio da urina e do suor. Por dia, segundo Mahan (2002) nos eliminamos diariamente 2.300L de água, sendo 1.400L através da urina, 100ml nas fezes, 450ml pela transpiração e 350ml pelo trato respiratório. Se não houver hidratação suficiente, esses processos– e a sua saúde! – ficam comprometidos.
6 - Ajuda no processo de emagrecimento

Sim! A água interfere diretamente no processo de emagrecimento, pois faz parte de uma reação química para quebra de gordura. Se o indivíduo está desidratado, não há água o suficiente para a quebrar o triacilglicerol (gordura), dificultando o processo de emagrecimento! Uma dica para potencializar esse efeito de quebra e queima de gordura é consumir a água gelada, pois dessa forma seu corpo trabalha para aquecê-la, de maneira que ela saia dos 4º C (média da temperatura de uma agua gelada) e se iguale à temperatura do seu organismo, ou seja, 36º C. O esforço que o corpo realiza para aquece-la faz com que ele consuma mais energia. Maior consumo de energia quer dizer queima de calorias, e queima de calorias quer dizer perda de peso.

WORKSHOP DE COACHING DE EMAGRECIMENTO



Chá de Gengibre





O site DICAS DE MULHER contou com a participação das nutris da Corpore Sano!

Ms. Clarisse Zanette e Ms. keli Vicenzi


http://www.dicasdemulher.com.br/cha-de-gengibre/


Benefícios do Chá de Gengibre

As nutricionistas Ms. Clarisse Zanette e Ms. Keli Vicenzi, coordenadoras da Pós-Graduação em Fitoterapia na Prática Clínica da Faculdade Fátima/RS e pós-graduandas em Fitoterapia Funcional na VP/UNICSUL, ressaltam que os chás representam uma das formas de utilização de plantas medicinais de uso doméstico, e seus benefícios estão associados às propriedades contidas na planta utilizada. “Como, por exemplo, no caso do gengibre, que apresenta propriedades anti-inflamatórias, digestivas etc”, comentam.
Lucyane Crosara, nutricionista funcional, especialista em Fitoterapia, terapeuta antroposófica e vibracional, destaca que o gengibre pode ser usado fresco ou seco. “Quando se faz a decocção (chá), consegue-se extrair mais componentes”, diz
.
Abaixo você conhece então os principais benefícios do gengibre:
-  É termogênico: Clarisse e Keli explicam que o gengibre é um alimento termogênico, pois aumenta a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e facilitando o processo de emagrecimento.
-  Melhora a digestão: o chá de gengibre é visto como um bom “remédio caseiro” para enjoos porque, além de relaxar o sistema gastrointestinal, é um estimulante da digestão, ajudando a cessar e a prevenir os enjoos.“O gengibre é uma raiz ou rizoma excelente para melhorar enjoos, gases e digestão”, ressalta Lucyane.
-  Protege o coração: Lucyane destaca que o gengibre é considerado um protetor cardiovascular.
-  Protege contra gripes e resfriados: as nutricionistas Clarisse e Keli explicam que o gengibre é uma raiz que, quando utilizada como chá, auxilia no tratamento de gripes, resfriados e tosses. Isso porque fortalece o sistema imunológico combatendo os vírus que causam esses problemas.
-  É antioxidante: Lucyane destaca que o chá de gengibre possui propriedades antioxidantes (que evitam a formação de radicais livres que favorecem o envelhecimento celular).
-  Tem propriedades anti-inflamatórias: o gengibre apresenta uma substância chamada gingerol, que possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, protegendo o organismo de bactérias e fungos. É o gingerol ainda o responsável pelo sabor picante da raiz.
-  Tem ação anticancerígena: Lucyane ressalta ainda que o gengibre tem propriedades anticancerígenas, sendo assim um grande aliado da saúde.
-  Diminui a glicemia: Lucyane destaca que o gengibre tem ação hipoglicemiante (diminuindo a glicemia).

O gengibre pode ser encontrado em pó ou como raiz (seu formato natural). Sugere fazer o chá de gengibre com a raiz. Confira o passo-a-passo, que é muito simples:
-  Coloque 1 colher (chá) da raiz ralada para ferver com 150ml de água;
-  Quando ferver desligue o fogo e abafe por 5 minutos;
-  Coe o chá e sirva mais morno.
“Recomendo tomar 2 vezes ao dia, geralmente 30 minutos antes do almoço e do jantar”, diz

As nutricionistas Clarisse Zanette e Keli ressaltam que o consumo do chá de gengibre não deve exceder 300ml por dia. “E ele não deve ser consumido de forma contínua por mais de 30 dias”, destacam.

Contraindicações do chá de gengibre
- Tem cálculo biliar;
-  Tem irritação gástrica;
-  Tem pressão alta;
-  Usa anticoagulantes ou coagulantes sanguíneos.