Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

28 de janeiro de 2010

DRUNKOREXIA (ANOREXIA ALCOÓLICA)


Estou escrevendo sobre DRUNKOREXIA (em inglês) ou Alcoolrexia (em português), pois muitos pacientes já me perguntaram sobre este assunto.

Drunkorexia é um termo utilizado para diagnosticar um transtorno que mistura o álcool e transtorno alimentar (anorexia ou bulimia). Este transtorno geralmente acontece quando pessoas com anorexia buscam o álcool para tentar inibir o apetite, mas pode acontecer o contrário pessoas alcólatras podem desenvolver a anorexia ou outros transtornos alimentares.
Os anoréxicos, por restringirem muito seu consumo calórico, tendem a evitar o álcool. Mas alguns bebem antes de comer para relaxar ou o fazem para baixar a ansiedade por ter ousado fazer uma refeição. Há casos também em que a pessoa passa o dia sem comer para compensar a ingestão calórica devido ao consumo alcoólico da noite anterior.
Já os bulímicos podem exagerar na comida e na bebida, induzindo o vômito posteriormente para eliminar os excessos.

Segundo pesquisadores, a drunkorexia costuma surgir em pessoas que já possuem algum trauma ou transtorno psicológico. O álcool costuma ser usado para aliviar a dor e a ansiedade causadas pela fome. A droga mais procurada por quem sofre de transtornos é o álcool.
Este transtorno ainda não está classificado no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM –IV) e na Classificação Internacional de Doenças (CID X).
No entanto esse transtorno precisa ser mais estudado. Sabe-se que provoca diversos danos á saúde como dependência ao álcool e doenças associadas ao seu uso abusivo (ansiedade, depressão, nervosismo, traumatismos, convulsões, câncer de garganta, diabetes, dano ao feto, câncer de boca e esôfago,  menor resistência á infecções, danos hepáticos, tremores nas mãos, formigamentos nos dedos das mãos e dos pés, neuropatia, inchaço, gastrite, úlcera, maior propensão a quedas, envelhecimento precoce, perda de memória, anemia, insuficiência cardíaca, hemorragias, alterações na coagulação, diarréia, vômitos, pancreatite e perda ou excesso de peso.

Alterações comportamentais como agressividade, conduta irracional culminando com problemas familiares e com amigos também são conseqüências da doença, além de deficiências nutricionais causadas pela restrição de nutrientes essenciais á manutenção do funcionamento do organismo.

Fique atento se você conhece alguém com estes sintomas. Procure um profissional de saúde!




Nova Coca-Cola Light PLUS

                          


        A coca-cola lanchou neste mês uma nova versão da coca-cola light, agora chamada coca-cola light plus e terá alteração na fórmula com a adição de vitaminas e sais minerais, além de nova embalagem.
       A coca-cola light plus agora é enriquecida com vitamina B3, B6, B12, zinco, magnésio e sódio.

Em 1 copo (200 ml) de coca-cola light plus temos:

Nutriente              200 ml         Recomendação diária *
Sódio                     15 mg                1500 mg
Magnésio               39 mg             310 a 420 mg
Zinco                     1,1 mg              8 a 11 mg
Vitamina B3           2,4 mg             14 a 16 mg
Vitamina B6           0,2 mg                  1,3mg
Vitamina B12        0,36 mcg              2,4 mcg
* A recomendação diária basea-se pela DRI e difere conforme a idade e sexo.

      A coca-cola light plus não contém calorias, carboidratos, proteína, lipídeos e fibras em usa composição.
      Observamos pela tabela, que a coca-cola é enriquecida, mas não esqueça de que a coca-cola light contém aspartame e ácido fosfórico. Sabemos que o aspartame não pode ser consumido em grandes quantidades, pois ainda não sabemos os maléficos que este adoçante pode causar no nosso organismo e o ácido fosfórico pode retirar o cálcio dos ossos e aumentar o risco de desenvolver a osteoporose, principalmente em mulheres.
      Mas não se esqueça que nada como nutrientes in natura, eles são mais saudáveis e já contêm grandes quantidades de vitaminas e minerais.

11 de janeiro de 2010

Alimentos podem ajudar na proteção solar!



Até mesmo para se ter um bonito bronzeado devemos ter uma alimentação adequada.
Alimentos amarelados (como cenoura, manga, mamão, beterraba,... e alimentos que apresentam quantidades menores são os vegetais folhosos como couve, repolho, espinafre, agrião e brócolis.,...) são ótimas fontes de betacaroteno.
O betacaroteno é um antioxidante que é transformando em vitamina A em nosso organismo, promove a recuperação da nossa pele e auxilia na formação de melanina, pigmento presente na pele e responsável por protegê-la dos raios solares e aumenta o bronzeamento.


Aumente seu consumo de alimentos ricos em betacaroteno, como pelo menos 2 porção ao dia.
Mas não esqueça que para se obter um bronzeado saudável também é importante que você esteja bem nutrido, seu intestino esteja funcionando de forma adequada e mantenha-se bem hidratado. Coma fibras dos cereais integrais e das frutas e verduras. Use azeite de oliva extravirgem ou sementes como nozes e castanhas. A grande oferta desses alimentos no verão permite um fornecimento adequado de vitaminas e minerais, o que auxilia no bronzeado e na saúde. É importante ainda manter a pele hidratada (beber bastante água) Além disso, é preciso sempre lembrar que não bastam esses cuidados, é fundamental o uso do filtro solar.


E uso e abuse do suco bronzeador!


Suco bronzeador


Ingredientes


• ½ mamão papaia
• suco de 4 laranjas
• ¼ de manga
• 1 cenoura média


Modo de preparo
Centrifugue as frutas e acrescentar gelo.