Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

31 de agosto de 2009

Nova Recomendação para Gestantes

É cada vez mais freqüente a presença nos consultórios de gestantes, ainda no inicio da gravidez, muito preocupadas em não aumentar excessivamente seu peso durante esta fase tão importante. Parece que a maioria já sabe, que a velha idéia de que elas devem comer por dois não trará bons resultados no pós parto, tanto para ela, como para o bebê.
Não existe uma dieta padrão para todas as gestantes, cada uma tem sua peculiaridade, suas necessidades e, portanto devem receber uma dieta individualizada. Porém, algumas recomendações podem ser seguidas. (Ver no link Gestantes – Nutrição na gestação).
Nessas últimas semanas, devido a “gripe A” ou H1N1, estas mulheres tem estado mais atentas ainda, já que podem estar mais sujeitas a contaminação. Além disso, outra notícia envolvendo a gravidez chamou muito a atenção nos últimos dias.
Um estudo, coordenado pelo chefe da Unidade de Cardiologia Fetal do Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul, Dr. Paulo Zielinsky, e publicado no prestigiado Journal of Perinatology, revelou que heroínas no combate ao envelhecimento e às doenças degenerativas, substâncias conhecidas como flavonoides, presentes em alimentos saudáveis como o suco de uva, transformam-se em vilãs quando ingeridas por mulheres nos últimos meses de gestação (28º a 40° semana) . Zielinsky descobriu evidências clínicas de que o consumo dessa substância pode levar à insuficiência cardíaca do bebê em formação.
Estes alimentos são extremamente comuns, consumidos diariamente, como maçã com casca, laranja, brócolis além de serem recomendados em todas as dietas saudáveis. Seu consumo deve ser encorajado em todas as outras fases da vida, já que apenas durante a gestação mostrou-se prejudicial.
São os polifenóis presentes nestes alimentos os responsáveis por esta alteração. Como ainda não sabemos qual a quantidade de polifenóis é segura para as gestantes, a recomendação é evitar estes alimentos nos últimos 3 meses de gravidez.

A seguir, a lista dos alimentos que devem ser evitados:
Uva e derivados, erva mate, chás, chocolate preto, laranja e receitas que utilizam a fruta, maçã com casca, morango, lima, grão de soja, ameixa preta, cebola roxa crua, hortelã, amora, couve crua, tempero verde, alcaparras, azeite de oliva, espinafre, brócolis, tomate com casca.


Nutrição na Gestação


A gravidez é um momento sublime na vida de uma mulher, momento esse que é acompanhado por uma série de mudanças fisiológicas e comportamentais, que são naturais durante todo o período. Em nenhum outro período da vida uma nutrição adequada se faz tão importante como na gestação. A alimentação adequada da mulher durante a gravidez mantém a gestação saudável e segura, auxilia na formação do seu bebê e armazena nutrientes para a fase de amamentação.
No primeiro trimestre de gestação, o estado nutricional pré-gestacional da mãe é quem irá garantir a saúde e o desenvolvimento do feto. Neste momento podem aparecer as náuses e vômitos, então a gestante deve fracionar mais as refeições e comer porções menores. E lembre-se nunca deitar logo após comer. Nos dois últimos trimestres é que observa-se um maior aumento na necessidade de energia diária, sendo este o período em que o bebe ganha maior parte do peso. A proteína é necessária durante toda a gravidez, contribuindo para um rápido crescimento do feto e da placenta. Dentre os micronutrientes que merecem atenção na gestação:
  • Ferro é um dos nutrientes mais importantes na gestação. Este mineral evita a anemia ferropriva e auxilia na formação das células do sangue (carnes vermelhas, miúdos, feijão, lentilha, vegetais verdes) É importante consumir um alimento fonte de vitamina C juntamente com o ferro para auxiliar na absorção do ferro no organismo (limão, kiwi, acerola, entre outros alimentos)
  • Cálcio é um nutriente essencial para formação óssea e dentária do bebê, e auxilia na formação do leite materno (Leite, iogurte, queijo, brócolis, agrião, aveia, flocos e cereais
  • Acido fólico é um derivado da vitamina B, essencial para o desenvolvimento do feto. Esta vitamina diminui o risco de malformação do sistema nervoso da criança (Brócolis, espinafre, abóbora, cenoura, couve-flor, couve, batata, gema de ovo, fígado de boi, feijão, peixes, queijo, entre outros)
  • Vitamina A é importante para o desenvolvimento e crescimento do feto (gema de ovo, fígado, leite, vegetais escuros e amarelos e peixes)
  • Vitamina B12 é necessária durante a gravidez para controlar a divisão celular e para uma eficaz síntese protéica. Pensa-se que as reservas de vitamina B12 maternas não estão acessíveis ao feto. Assim, a grávida terá que se assegurar de que as suas doses diárias desta vitamina estão a ser ingeridas (alimentos de origem animal, produtos lácteos)

É importante ressaltar que a fonte de nutrientes que o feto dispõe é o organismo materno, compreendendo-se isto há necessidade de aumentar proporcionalmente os constituintes da dieta materna, controlar o ganho de peso materno e o crescimento fetal. O estado nutricional antes e durante a gestação está associado ao bem estar do feto. Precisamos cada vez mais nos conscientizar da importância de uma alimentação nutricionalmente balanceada para garantirmos a saúde de nossos filhos. Portanto, é importante que se faça um acompanhamento para que se supra as necessidades específicas de cada gestante bem como possa-se pela alimentação minimizar alguns sintomas (pirose, vômitos, nâuseas,...) que podem ser comuns durante a gestação.

29 de agosto de 2009

Suco Antioxidante

Ingredientes:

Suco de 2 laranjas
Suco de 1 limão
1 c. chá de raspas de gengibre
100 ml de polpa congelada de clorofila ou 1 folha grande de couve
1 c. sopa de linhaça dourada
2. c. chá de mel

Preparo: bata os ingredientes no liquidificador. Sirva e decore o copo com uma rodela de laranja e uma folhinha de hortelã, aniz, funcho,....
1 copo de suco: 236 Kcal

26 de agosto de 2009

Compare ATUM com a SARDINHA

Saiu uma reportagem na revista Saúde este mês sobre as 7 diferenças entre o Atum e a Sardinha. Veja qual é a melhor opção para você:

1. Cuidado com o Coração:
O excesso de colesterol deixa os vasos sanguíneos congestionados. Para afastar este risco a melhor opção é o atum
Atum...........................16 mg de colesterol
Sardinha......................31 mg de colesterol

2. Sem Pressão:
Um dos responsáveis pela hipertensão é o sódio que está muito mais presente na sardinha. Fique com o atum.
Atum.......................... 130 mg de sódio
Sardinha......................274 mg de sódio

3. Vida longa aos Ossos:
Diferentemente do concorrente, a sardinha fornece doses extras de cálcio. Esse mineral protege da osteoporose.
Sardinha.......................330 mg de cálcio
Atum............................4,2 mg de cálcio

4. Proteção-cabeça:
O Ômega 3 é um nutriente importante para o cérebro. Neste item, é a sardinha que vence a disputa apertada.
Sardinha......................1g de Ômega 3
Atum........................... 0,6g de Ômega 3

5. Energia a Mais:
No quesito disposição, quem sai na frente é a sardinha. Ela tem uma pitada de carboidrato.
Sardinha.....................1g de carboidrato
Atum.......................... 0g de carboidrato

6. Sangue Bom:
Há uma boa diferença na dose de ferro nos dois alimentos. Se a impressão é barrar a anemia, prefira a sardinha.
Sardinha.......................2,1 mg de ferro
Atum............................ 0,7 mg de ferro

7. Controle a Balança:
Não quer ver o ponteiro subir? Então opte pela sardinha. Ela é ligeiramente menos calórica.
Sardinha.............. ........2,1 mg de ferro
Atum............................ 0,7 mg de ferro

As quantidades comparadas nesta reportagem correspondem a 60 gramas de atum e de sardinha em conversa em óleo (3 c. sopa de cada um). Mas lembre-se que em óleo é calórico. Sempre prefira em água ou light com ervas finas.


PLACAR SAÚDE
5
X 2
Sardinha Atum

24 de agosto de 2009

AVEIA: O que ela tem?


A aveia está em evidência atualmente pelo seu alto poder benéfico da sua fibra solúvel e está sempre no topo da lista de qualquer profissional de nutrição, pois além de nutritiva, a aveia previne constipação intestinal, diminui o colesterol, mantêm os níveis de glicose normal, ajuda a emagrecer e estudos mostram que a aveia também é um bom aliado para diminuir a pressão arterial.
A aveia é um cereal muito nutritivo, que possui proteínas, vitaminas (Vitaminas do complexo B fundamentais para manter o pique mental e energia do corpo e Vitamina E, cuja ação antioxidante previne envelhecimento), minerais (cálcio, ferro, cobre, manganês, zinco que ajuda no sistema imune e silício que evita o enfraquecimento das unhas e do cabelo) e fibras (fibras solúveis protegem o intestino e diminuem o colesterol e as fibras insolúveis que dão consistência ao bolo fecal).
A fibra solúvel presente na aveia, a chamada β-glucana, intensificam a ação dos agentes imunológicos, diminuindo a chance de infecção, retardam o esvaziamento gástrico, que tem como resultado uma maior saciedade. Elas, também, ao entrarem em contato com a água, se transformam em um gel capaz de eliminar as gorduras das artérias e impedir que elas sejam absorvidas pelo intestino, o cereal reduz as taxas de LDL (colesterol ruim) e, de quebra, previne o câncer de intestino.
O tipo de aveia que possui maior quantidade de β-glucanas é o farelo de aveia, seguido dos flocos e farinha de aveia. Existem ainda outros alimentos que possuem β-glucanas, como soja cozida, feijão branco cozido, grão de bico cozido, brócolis, farinha de milho, manga e trigo para quibe.
Para você desfrutar destes benefícios da aveia, a recomendação do consumo de aveia é no mínimo 3 colheres de sopa por dia para adultos. Dica: polvilhe suas frutas com aveia, iogurte natural, mingaus, bolos, sopas, pães, panquecas.
Observação: a aveia, assim como o trigo, a cevada, o malte e o centeio, possui o
glúten em sua composição, desta forma, não deve ser consumido por portadores da doença celíaca.

10 de agosto de 2009

Produtos orgânicos: bom para o Ambiente e para a Saúde?


Produto orgânico é todo aquele produzido sem o uso de adubos químicos, defensivos ou agrotóxicos. Os alimentos orgânicos vêm roubando a cena dos produtos tradicionais por possuírem, principalmente, duas características: são mais saudáveis e não agridem o meio ambiente.
Os alimentos orgânicos são mais saudáveis que os alimentos comuns devido ao maior teor de antioxidantes, vitaminas e minerais, além de evitar a exposição humana à resíduos de agrotóxicos. Pare ter o nome “orgânico” ou “produto orgânico” no rótulo, o produto deve conter no máximo, 5% de ingredientes não-orgânicos – uma parte muito pequena. Mas é preciso escrever quais são esses ingredientes e não valem ingredientes que estejam proibidos pelas regras da produção orgânica. Os produtos que tem uma porção maior de ingredientes não-orgânicos só podem ser chamados de “produtos com ingredientes orgânicos”. A parte orgânica deve ser no mínimo 70% - uma parte grande.



Do ponto de vista ambiental a agricultura orgânica traz vantagens porque evita a contaminação de mananciais de água, do solo e o esgotamento dos nutrientes do solo pelo uso da monocultura. Além do que, gera um sentimento de respeito à natureza e integração.
A produção orgânica exige um manejo integrado da produção com o objetivo de garantir sua qualidade e evitar possíveis perdas ou pragas de maneira natural.

É importante não confundir produto orgânico com produto natural ou hidropônico. Produto natural é todo aquele que provém da natureza, o que não quer dizer que seja benéfico nem livre de agrotóxicos. E hidropônico é todo produto cultivado na água, onde podem ser utilizados adubos químicos solúveis, o que já descarta a possibilidade de serem orgânicos.
Os alimentos orgânicos continuam desconhecidos para a maioria das pessoas. Com base nessa dificuldade, o Ministério da Agricultura está trazendo dois importantes aliados ao consumidor: o selo de identificação dos alimentos orgânicos e a cartilha “O olho do consumidor”. Já a cartilha “O olho do consumidor”, com ilustrações do cartunista Ziraldo, traz diversas orientações para que o consumidor possa identificar o produto no mercado, além fornecer informações sobre o que exatamente é um produto orgânico, quais os benefícios que trazem à saúde humana e a forma de cultivo desse alimentos. Com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2010, o selo do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (Sisorg) que já é referência nos Estados Unidos, Japão e Europa vai atestar ao consumidor que o produto está dentro de normas e foi avaliado por entidade credenciada do Ministério da Agricultura. Todo produto orgânico brasileiro, com exceção daqueles vendidos diretamente pelos agricultores familiares, levarão o selo. E Atenção: Restaurantes e similares que promovem a qualidade de suas refeições dizendo que são preparados com ingredientes orgânicos devem informar quais ingredientes são orgânicos e seus fornecedores!


Orgânicos direto do produtor

Se você prefere adquirir orgânicos diretamente do produtor, os produtos serão vendidos sem selo SISORG, mas também podem ser chamados de produtos orgânicos. Os fornecedores devem sempre identificar os produtos orgânicos e para dar garantias ao consumidor, esses agricultores devem estar vinculados a uma organização de controle social (OCS) cadastrada nos órgãos do governo.

No extremo sul da capital, algumas propriedades rurais comercializam produtos agroecológicos.Confira no roteiro dos Caminhos Rurais os locais onde são encontrados os alimentos orgânicos e outros produtos ecologicamente corretos.
Semanalmente ocorrem em diversos pontos da cidade as feiras ecológicas, que oferecem produtos orgânicos também oriundos dos produtores da zona rural de Porto Alegre. Confira abaixo a lista dos locais e dias de realização das feiras orgânicas em POA:

· Bairro Farroupilha: Av. José Bonifácio - Sábados pela manhã
· Bairro Floresta: Av. Cristóvão Colombo, no Estac. Shopping Total - Sábados pela manhã
· Bairro Ipanema: Av. Tramandaí, na rótula da igreja - Quartas à tarde
· Bairro Jd. Botânico: Rua Felizardo, 84 – Pça das Nações Unidas - Sábados pela manhã
· Bairro Jd. Botânico: Rua Felizardo em frente ao nº442 - Sábados pela manhã
· Bairro Medianeira: Av. Oscar Pereira esq. Rua Moysés A. da Cunha - Sábados pela manhã
· Bairro Menino Deus: Av. Getúlio Vargas, 1384 – Pátio Sec. Agric. RS - Quartas à tarde e Sábados pela manhã
· Bairro Santo Antônio: Rua Luiz de Camões – Esquina Rua Paulino Chaves - Terças à tarde
· Bairro São Sebastião: Rua Ernesto Schlieper – Esquina Rua Lazar Segal - Sábados pela manhã
· Bairro Tristeza: Av. Otto Niemeyer – Esq. Av. Wenceslau Escobar - Sábados pela manhã

Fontes:

www.agricultura.org.br e acesse a cartilha

www.agricultura.gov.br/imagens/MAPA/arquivos_prtal/ACS/cartilha_ziraldo.pdh

6 de agosto de 2009

Chocolate é bom para a Saúde?


O chocolate foi visto como vilão durante muito tempo, devido a sua gordura trans. Agora vários estudos científicos apontam que o cacau contém muitos antioxidantes que têm um ótimo efeito na saúde do coração. Isso porque eles têm flavonóides que podem evitar a oxidação do mau colesterol LDL nas artérias e aumentar o nível do bom colesterol HDL.


Mas para que tenha este efeito o chocolate deve ser AMARGO. Quanto mais escuro ele for, maior o teor de cacau, menos teor de açúcar e substâncias adicionadas e maior o teor de flavonóides que promovem a saúde.
Os antioxidantes presentes no cacau também ajudam a melhorar a função do sistema imunológico e reduz a inflamação dos vasos sanguíneos.
O chocolate também é conhecido como o alimento do amor e também aumenta a produção dos neurotransmissores do prazer: dopamina, serotonina e endorfina.
O cacau em pó puro, sem adição de açúcar, é a melhor opção para aproveitar todos os benefícios do chocolate. Pode ser consumido com frutas e iogurte natural.
Mas não esqueça, apesar de ser muito bom para a saúde, todo alimento deve ser consumido com moderação!

Aprenda mais sobre o Diabetes Melitus

Achei este vídeo bem interessante. Vale a pena parar para assistir... Abraços Clarisse

5 de agosto de 2009

Sopa! Uma ótima opção para quem quer perder peso

Sopa de legumes com carne (4 conchas: 270 Kcal)


  • 1 kg de carne de gado magra cortado em cubos
  • 1 cebola roxa grande picada
  • ½ xícara de salsinha picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 colher de chá de orégano
  • ½ kg de vagens verdes sem pontas
  • 1 prato de couve
  • 1 xícara de ervilhas
  • 1 xícara de cenoura cortada em cubinhos
  • 2 abobrinhas verdes cortadas em cubos
  • 1 colher de sopa de óleo vegetal
    sal e pimenta


Modo de preparo:
1. Coloque o óleo em uma panela de pressão e frite a carne, deixando-a dourar bem.
2. Junte a cebola e o alho à carne e deixe refogar por uns 5 minutos.
3. Acrescente o orégano, o sal e a pimenta e misture bem ao refogado. Junte a cenoura e acrescente um litro de água. Feche a panela e deixe cozinhar por 15 minutos após ter começado a pressão. Apague o fogo e coloque a panela sob a torneira com água fria para aliviar a pressão. Caso preferir,deixe esfriar ao natural.
4. Assim que cessar a pressão e abrir a panela, junte as vagens, couve e as abobrinhas e leve ao fogo com a panela aberta por mais 10 minutos.
5. Apague o fogo, coloque a salsinha e misture bem à sopa quente. Sirva em seguida.

BOM APETITE

DIFERENÇAS ENTRE AMARANTO E QUINOA!


  • O AMARANTO é um cereal produzido na região dos Andes da Bolívia e no México, possui grande potencial nutritivo. A semente possui cerca de 15% de proteínas, que tem uma qualidade biológica comparável à do leite e superior a de outros vegetais, como a soja e o feijão. O amaranto também é rico em fibras e pode ser utilizado como fonte de zinco, fósforo, potássio, ferro, cálcio e vitamina do complexo B e vitamina E. Elemento pouco encontrado em vegetais e ainda reduz os níveis de colesterol plasmático. Isto o torna uma ótima opção para atletas, praticantes de atividade física e idosos, pois estimula a recuperação e ganho de massa magra.
  • A QUINOA ou QUINUA é um grão riquíssimo utilizado há milênios pelas culturas Andinas da América do Sul e hoje é reconhecido mundialmente pelo seu elevado valor nutritivo e funcional. A quinoa é rica em aminoácidos essenciais, ferro, zinco, magnésio, potássio, manganês, vitaminas B1, B2, B3, D e E, Ômega 3, benéficos para o coração. Ótima fonte de proteína cada grão tem 20 aminoácidos diferentes, entre eles a metionina e a lisina, relacionados ao desenvolvimento de inteligência, rapidez de reflexos e outras funções, como memória e aprendizagem.
  • Não há restrições para o consumo de amaranto e quinoa, mas o público-alvo são os portadores de doença celíaca (intolerância a alimentos à base de trigo, centeio, cevada e aveia), já que estes grãos são totalmente isentos de glúten e ainda possuem outras características como proteína de qualidade, em quantidade superior à dos cereais. Apresentam gorduras que auxiliam na redução do colesterol, vitaminas (em especial a E) e minerais, como o cálcio, o magnésio, o manganês e o ferro em quantidades que superam com vantagem os cereais. Assim, eles estarão incorporando opções para diversificar os alimentos e aumentando as chances de levar uma vida mais saudável.
    Estes dois grãos são calóricos, mas possuem alta quantidade de fibras (100g de amaranto e quinoa tem aproximadamente 6 g de fibras).
    Vale a pena aderir estes grãos na sua dieta!

    Dicas: no site
    www.jasminealimentos.com tem ótimas receitas com quinoa. APROVEITE!