Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

12 de fevereiro de 2013

ÔMEGA 3: protege o CORAÇÃO da poluição



Desde a constatação de que povos que consumiam regularmente a gordura poli-insaturada (ômega 3) eram menos acometidos por doenças cardiovasculares muitos são os estudos realizados sobre este nutriente.


Segundo cientistas da Agência de Proteção Ambiental da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, o óleo de peixe, fonte do nutriente, resguarda o coração dos efeitos nefastos da poluição. Isso porque, os gases tóxicos, principalmente os liberados por carros, quando inalados, tendem a acelerar a frequência cardíaca. Com o coração funcionando em ritmo alucinado, os riscos de sofrer arritmia sobem, quadro capaz de provocar uma sincope no musculo mais importante do corpo.


Segundo o estudo, o ômega 3 ativa o sistema nervoso parassimpático, responsável por diminuir as batidas do coração, garantindo assim, o equilíbrio em relação ao sistema nervoso simpático, cuja função é oposta, ou seja, acelerar os batimentos.


O excesso de colesterol se deposita na parede das artérias, essa situação, que já não é boa, fica pior quando os gases tóxicos são inalados. Isso porque eles estimulam a formação de radicais livres, substâncias perigosas que propiciam a oxidação dessa molécula. Os poluentes estimulam a produção de mediadores inflamatórios que contraem os vasos. Esse cenário culmina na elevação da pressão arterial, um grande perigo para quem possui histórico de problemas cardíacos na família. Nesse ponto o ômega 3 faz um papel protetor. Segundo especialistas, “os componentes ativos dessa gordura se incorporam nas membranas celulares e geram substancias antinflamatórias”.


Destaca-se a importância no consumo desta substancia para a manutenção da saúde cardiovascular em geral. Ela deve aparecer na dieta no mínimo duas vezes por semana, ou conforme orientação nutricional.
 Fonte: Revista Saúde (mês outubro/2012)

 

Dica: Pode-se ingerir 1 grama de ômega 3 (óleo de peixe) ao dia ou conforme indicação médica/nutricionista.


Fontes de Ômega 3: peixes, chia, quinoa, linhaça dourada, óleo de canola, entre outros alimentos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário