Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

19 de maio de 2010

Panela ideal para uma comida SAUDÁVEL!

Qual será a panela ideal para cocção dos alimentos sem perder o sabor e os nutrientes? 
 Teflon, inox, vidro,...?
Antes de escolher que tipo de panela você vai usar no dia-a-dia, é importante conhecer a matéria-prima destes utensílios.
Bom, vamos iniciar falando sobre a panela de vidro:


A PANELA DE VIDRO é uma das mais resistentes e duráveis,  é a única panela que não transfere qualquer resíduo para o alimento.
Mas esta panela não conduzi bem o calor para os alimentos e a comida pode queimar mais rápido. O ideal é utilizar somente para sopas e molhos.

 A PANELA DE INOX é ideal para uso diário e para qualquer preparação, além de ser uma das panelas mais resistentes. O aço inoxidável, conhecido popularmente como inox, é composto por ferro, cromo e níquel. Então quando for comprar a panela de inox deve-se ferver por 1 hora por 3 vezes com bastante água para fazer esta quelação dos minerais e também não se deve guardar alimentos dentro da panela, nem escovar a panela com esponja de aço. No polimento forma-se uma camada protetora de óxido que ajuda a impedir que os metais passem para os alimentos. O níquel em pequenas quantidades pode até ser útil ao organismo, mas o excesso tende a afetar o sistema nervoso.


A PANELA DE FERRO é uma boa pedida para cozimento de feijão, lentilha, arroz, sopas e carnes grelhadas porque mantém o calor constante e a temperatura alta e ainda libera ferro, que auxilia no tratamento de anemia.
O uso da panela é também indicado para vegetarianos, mulheres em idade fértil e crianças.
A vantagem da panela de ferro é que ela não se deforma com o calor e conserva melhor a temperatura dos alimentos, representando uma boa economia de gás. Para manter a panela sem ferrugem e evitar perigo ao nosso organismo, sempre depois de lavá-la, seque-a no fogão.

A PANELA ANTIADERENTE (teflon) é revestida por um plástico chamado politetrafluoretileno "alvo de polêmicas", se  este material causa ou não algum dano à saúde. Bom, mas de qualquer forma devemos tomar alguns cuidados como: não danificar a panela com facas, o cozimento com a panela deve ser em fogo baixo, não usar esponja de aço e nem deve tirar a sujeira da panela com objetos de metal (colher, faca, garfo,...).
A única vantagem de usar esta panela é que ela exige pouco óleo na preparação por ser antiaderente, que é ideal para a saúde!

A PANELA DE BARRO absorve o aroma do alimento ao longo do preparo, ideal para frutos do mar. A panela também pode ser utilizada para ensopados de cozimento lento.
Não poupe cuidados na hora da limpeza e conserve-a sempre bem seca, para evitar que sujeiras penetrem nos poros da panela. AH! e a panela não deve ser pintada! 

A PANELA PEDRA-SABÃO é  uma das mais antigas da história da culinária e têm a vantagem de durarem por muitos e muitos anos. Não possuem cheiro, não alteram o sabor dos alimentos e os mantêm quentes por longo tempo.
Mas antes de estreá-la no fogão, unte-a com óleo por dentro e por fora, encha-a de água e leve ao forno médio por 2 horas. Com isso ela estará aptar para libera quantidades expressivas de elementos nutricionalmente importantes como cálcio, magnésio, ferro e manganês. A panela é comprada ''crua'', por isso a cor dela é clara.  Ela é ideal para caldos, moquecas e ensopados.
Conselhos : só lave a panela de pedra-sabão com água e sabão. Nada de produtos abrasivos nem esponja de aço. Nos primeiros dias de uso, evite choque térmico forte. Não aqueça a peça a seco para depois despejar líquidos frios. Isso pode danificar definitivamente a panela. Por último, nas primeiras vezes que for usar a panela não faça frituras.

A PANELA DE ALUMÍNIO são as mais comuns e as mais baratas. Mas também são as que causam mais polêmica. Há três décadas, pesquisadores levantaram a suspeita de que a ingestão do alumínio estaria relacionada com a incidência dos males de Alzheimer e de Parkinson. Até hoje, o material continua em estudo. Átomos de alumínio podem desencadear diferentes processos metabólicos associado à doenças do sistema esquelético, neurológico e hematológico (do sangue). Pesquisas mostram que a migração do alumínio é maior em panelas de pressão do que em panelas normais ou em fôrmas de bolo.
Na limpeza não utilize esponja de aço, para não liberar o alumínio no alimento. Se o alimento estiver grudado no fundo da panela, coloque água e ferva.
Não se deve cozinhar nesta panela alimentos ácidos (molho de tomate) nem muito básicos (doces) para evitar que o mineral entre na receita.
Não deixe o alimento esfriar dentro da panela de alumínio, assim como a de cobre. Isto porque o sal e os ácidos reagem com as substâncias da panela e podem provocar a liberação de substâncias tóxicas. Não guarde alimento dentro da panela de alumínio!




A PANELA DE COBRE não é mais comercializada porque o cobre é transferido com muita facilidade para o alimento, provocando intoxicações e pode prejudir os rins e o cérebro.


 A PANELA ESMALTADA é revestida de camadas de esmalte colorido, é preferida dos que procuram além do utensílio, uma peça de decoração para a cozinha. Assim como a panela de inox distribui bem o calor durante o cozimento. É indicada para carnes e não deve ser utilizada em frituras, porque o oléo pode pode aquecer além da conta e deteriorar formando compostos nocivos à saúde. Não arranhar a pintura na lavagem e utilizar utensílios que não agridem o material, pois qualquer arranão o esmalte da panela se solta, o que não é recomendado para a saúde.

Bom, agora que vocês já conhecem os benefícios e malefícios de cada panela, para fazer a sua escolha pense nas 3 qualidades:  a saúde, a praticidade e a funcionalidade.

4 comentários:

  1. Gostei muito das informações! Seria bem interessante se vc pudesse disponibilizar a fonte para os leitores.

    ResponderExcluir
  2. gostei bastante dessa matéria sobre as panelas; e vou procurar trocar minhas panelas de alumínio por panelas de ferro; que são mais fáceis de serem encontradas aqui na minha cidade

    ResponderExcluir
  3. Olá, gostei muito dessa matéria. Inclusive estava procurando por panelas de vidro, pois pretendo trocar as de ferro por elas. Estou preocupada pois fazem 20 anos que uso panelas de ferro e meu filho teve alguns problemas de distonia muscular estou pensando se não tem algo a ver com o uso. Se souber algo a respeito por favor me esclareça.

    Obrigada .meu email: arterusticabemaonatural@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de saber como fica o caso dos tabuleiros, do aquecimento das colheres de silicone, e com relação ao uso de água sanitária para a higi~enização de frutas , verduras e legumes, e como se higiêniza folhas e frutos de hortar caseiras da mesma foma que as tradicionais? qual o certificado de qualidade de produtos como linhaça e etc..?

    ResponderExcluir