Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

8 de junho de 2010

Crudivorismo e Formas de Vegetarianismo


O crudivorismo é um tipo de dieta vegetariana estrita, ou seja, o indivíduo não consome nada de origem animal, e além disso, seus alimentos não são cozidos. Crudivorismo é um estilo de vida a base de alimentos biogênicos, bioativos ( alimentos vivos ) crus.

Nessa dieta, nada pode ser preparado ao fogo, por acreditarem que este tipo de preparação causa perda de nutrientes. Não quer dizer, necessariamente, que se comam apenas alimentos crus. Existem processos de preparação que não causam perda de nutrientes, como a desidratação dos alimentos.
A alimentação crudívora, também chamada de "alimentação viva" ou "comida viva", é uma forma de alimentação baseada em alimentos crus, frutos frescos e secos (hidratados), vegetais, sementes, grãos germinados como o germe de trigo e algas.
Não é uma dieta e nem uma terapia para tratamento de doenças, é um estilo de vida saudável que promove mudanças no ambiente do nosso corpo para que a saúde se estabeleça. A cura, geralmente acontece porque com a mudança de hábito a pessoa elimina da alimentação e de sua vida aquilo que lhe causava mal.

Agora vamos conhecer as formas de vegetarianismo?
Há principalmente quatro formas de dietas vegetarianas, classificadas de acordo com os tipos de alimentos que são consumidos:

Ovolactovegetarianismo
Dieta composta por alimentos de origem vegetal, ovos, leite e derivados deles. Nesta dieta só há a exclusão de qualquer tipo de carne da alimentação.

Lactovegetarianismo
Dieta composta por alimentos de origem vegetal, leite e seus derivados. Os que a seguem não comem ovos nem qualquer tipo de carne. E
 ssa é a dieta tradicional da população indiana.

Ovovegetarianismo
Dieta composta apenas por alimentos de origem vegetal e ovos, havendo a exclusão dos produtos lácteos e seus derivados e de carne.
 
Vegetarianismo estrito
Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta composta unicamente por alimentos de origem vegetal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.
Essa forma de dieta é frequentemente confundida com o veganismo, mas, embora veganos sejam vegetarianos estritos, não são a mesma coisa:
 
"Apesar de [nutricionalmente] classificarmos os 'vegetarianos verdadeiros' apenas pela alimentação, existe uma diferença entre o vegano e o vegetariano estrito. Geralmente o vegano também não utilizam produtos não alimentícios provenientes de animais, como lã, couro, seda e pele. Quando falamos em termos [exclusivamente] nutricionais, não faz diferença essa classificação."

Existe também outras dietas vegetarianas menos comuns como o Crudivorismo e o Frugivorismo (sistema alimentar que admite apenas o consumo de frutas na alimentação).
 
Vegetarianismo e nutrição

Dietas vegetarianas normalmente são ricas em carboidratos, fibras dietéticas, magnésio, potássio, folato, antioxidantes (como vitaminas C e E) e fitoquímicos, além de
 apresentarem baixa ingestão de gordura saturada e colesterol, fornecendo diversos benefícios nutricionais.
Por outro lado dietas vegetarianas podem apresentar menor ingestão de vitamina B12, vitamina D, cálcio, selênio, iodo, ferro, zinco e proteínas, o que pode causar efeitos negativos sobre o organismo.

Os vegetarianos devem ter maior atenção no que diz respeito à ingestão de vitamina B12, cálcio, zinco e ferro. Vegetarianos estritos normalmente apresentam menores ingestões de cálcio, zinco, vitamina B12 e vitamina D quando comparados com ovolactovegetarianos.
Uma alimentação vegetariana adequada pode ser capaz de atender às necessidades nutricionais do organismo, mas é importante consultar um nutricionista para garantir a adequada combinação dos alimentos e não aumentar o risco à saúde por inadequação alimentar.
Entre as vantagens nutricionais de uma dieta vegetariana, incluem-se o menores níveis de gorduras saturadas, colesterol e proteína animal, bem como maiores níveis de carboidratos, fibras, magnésio, potássio, ácido fólico e antioxidantes como vitaminas C e E.

Cuidados necessários
Os cuidados mais importantes a se tomar em uma dieta vegetariana dizem respeito à vitamina B12, ao cálcio e aos ácidos graxos ômega 3. Os dois primeiros devem ser considerados com especial atenção por vegetarianos estritos; o terceiro deveria ser uma preocupação de todos, inclusive não-vegetarianos.

Vitamina B12
Deficiência de vitamina B12 pode causar anemia e danos ao sistema nervoso. Nenhum alimento de origem vegetal contém vitamina B12 em forma utilizável por seres humanos. Uma ingestão apropriada de vitamina B12 pode ser garantida consumindo seguintes alimentos: Fígado, carne vermelha, leite, peixe e ovos.

Cálcio
Este importante mineral possui funções importantes como atuar na formação estrutural dos ossos e dos dentes. Além disso, ele atua juntamente com a vitamina K, nos sistema circulatório, auxiliando na coagulação do sangue.
Ele é encontrado nas seguintes fontes:
  • Leite e seus derivados
  • Agrião
  • Alface
  • Aveia
  • Salsa
  • Salsão
  • Beterraba
  • Batata doce
  • Brócolis
  • Cebola
  • Couve
  • Espinafre
  • Laranja
  • Milho
Ômega 3
A ingestão do ômega 3 auxilia na diminuição dos níveis de triglicerídeos e colesterol ruim LDL, enquanto pode favorecer o aumento do colestrol bom HDL. Possui ainda importante papel em alergias e processos inflamatórios, pois são necessários para a formação das prostaglandinas inflamatórias, tromboxanos e leucotrienos.Podemos encontrá-lo nas nozes, castanhas, peixes especialmente de águas frias, rúcula e nos óleos vegetais, como azeite, canola, soja e milho.

Razões para uma dieta vegetariana 
Há diversas razões que levam uma pessoa a adotar uma dieta vegetariana, que vão desde não gostar de comer carne, passando por questões religiosas, até o respeito aos direitos animais. Os que são vegetarianos pelos animais geralmente optam também pelo veganismo, por ser uma filosofia mais condizente com os direitos animais.


Algumas razões são: de saúde, ecológicas, éticas, econômicas e religiosas.

Uma dieta vegetariana equilibrada é geralmente eficaz em equilibrar os níveis de colesterol, reduzir o risco de doenças cardiovasculares e também evitar alguns tipos de cancro (Câncer), entre outras razões.
Outro aspecto relevante prende-se com a qualidade dos produtos animais que chegam ao mercado. Alguns animais criados para consumo humano são alimentados com uma quantidade significativa de hormônios de crescimento e antibióticos para resistirem às doenças, sendo a carne que chega à mesa, muitas vezes, de má qualidade. Por outro lado, a poluição dos mares e rios podem tornar a carne de peixe igualmente insegura. Todas as toxinas e os químicos que existem na água concentram-se no peixe, e quando ingerimos a sua carne ingerimos essas substâncias, que incluem mercúrio, chumbo, PCB’s (bifenilos policlorados), pesticidas, arsénico, e muitas outras.
Um terceiro ponto, nas razões de saúde, são as recorrentes crises da indústria alimentar, como a das vacas ou a da gripe aviária, que levam muitas pessoas a adotar uma dieta diferente.

Qual a sua opinião sobre vegetarianismo? Deixe seu comentário!

3 comentários:

  1. Estava escrevendo uns devaneios de leituras sobre vegetarianismo, crudivorismo e achei seu blog.
    Bacana, por sinal,muito bacana, quando crescer quero conseguir fazer um assim. Rs.
    Gostei mesmo dele. Vou acompanha-lo.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. VEGETAIS TEM B12,CALCIO,ZINCO,FERRO SAUDÁVEIS.....CARNE E CIA ANIMAL
    SÃO TOTALMENTE NOCIVOS....APENAS FORMAM TOXINAS-COLESTEROL, ÁCIDO ÚRICO, VIRUS,BACTERIAS, RADICAIS LIVRES ,...QUE LEVAM A HIPERTENSÃO,MALES DO CORAÇÃO,DERRAMES, DIABETES, GOTA, FALENCIA RENAL E DE TODOS ORGÃOS, CANCER DO INTESTINO, ESTOMAGO, PRÓSTATA, SEIOS, ETC...OSTEOPOROSES, DESGASTES NEUROLOGICOS,NERVOSOS, STRESS DEVIDO AO ABATE VIOLENTO....

    ResponderExcluir
  3. alimentos vivos vegetais é solução para ter saúde e longevidade veja http://saudefrugal.blogspot.com

    ResponderExcluir