Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

18 de junho de 2012

SAL, MUITO ALÉM DA PRESSÃO!







Saiu neste mês na Revista Saúde  uma matéria muito interessante sobre o sal.


“Sódio em excesso pode contribuir para ganho de peso, pedras nos rins e até câncer. Entenda por que não adianta só abolir o saleiro”.

O sal é o ingrediente da vez na pauta das indústrias que buscam tornar seus produtos mais saudáveis. O mineral (sódio), que é o principal componente do sal de cozinha, tem visitado bem além da conta a mesa dos brasileiros. A questão não restringe nos abusos na hora de salgar as refeições, são os altos teores que se escondem entre centenas de alimentos que preocupam as autoridades. Tanto é que um documento assinado recentemente propõe a redução do nutriente em itens bastante vendidos no mercado. Baixar o consumo de sódio é uma das medidas mais custo-efetivas em termos de saúde pública, uma vez que repercute no combate às doenças crônicas, primeira causa de morte e de gastos em tratamento no país”.

No entanto a meta é clara: no prazo de dois anos, muito sódio deve cair fora dos pães, massas prontas, das bolachas... “Percebemos que as pessoas até tiram o sal no momento de temperar, mas não enxergam a necessidade de tomar cuidado nos industrializados”, diz o cardiologista Heno Lopes, do Instituto do Coração de São Paulo, o Incor.
Sódio em excesso é um dos principais fatores da pressão alta. Só que as desordens impulsionadas pelas altas taxas do ingrediente não param por aí. Esse mau hábito colaboraria para pedras nos rins, osteoporose, ganho de peso... Sim, quilos a mais! Além disso, o sal aumenta a retenção de líquidos favorecendo o desagradável inchaço e aumenta a sede (geralmente ingerimos bebidas calóricas).


COMO ESCAPAR DAS ARMADILHAS
A primeira coisa é ler bem os rótulos. Observar a quantidade de Na (sódio) indicada no produto. Vale lembrar aqui que produtos doces também apresentam sódio na sua composição.
Fica como dica utilizar temperos (cebolinha, salsinha, manjericão, entre outros).


SEGUNDO A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE, A RECOMENDAÇÃO DIÁRIA DE SÓDIO É DE 2000mg, O QUE CORRESPONDE A 5g DE SAL DE COZINHA (5 c. cafezinho) 

Alimentos e quantidade de Sódio:

  • 1 unidade Pão Francês = 320mg
  • 3 c. sopa Extrato de tomate = 316 mg
  • 3 xícaras de Salgadinhos = 308 mg
  • 7 unidades de biscoito água e sal = 223 mg
  • Achocolatado Pronto = 130 mg por unidade
  • 4 unidades de Wafer de Chocolate = 53 mg 

A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DA ALIMENTAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE firmaram um acordo para reduzir, até 2014, o teor de sódio de uma porção de alimentos. Estão na mira 16 categorias de comida, com destaque para o pão francês, salgadinhos, bolos, biscoitos, maionese e massas instantâneas. A diminuição da substância será gradual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário