Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

25 de abril de 2013

DIÁRIO DA GESTANTE: SEMANA A SEMANA GESTACIONAL


Aqui você encontrará dicas de nutrição para gestantes, o que comer durante a gestação e como não engordar mais do que você planejou para os 9 meses!


História:

Tudo começou dia 04/03 quando fui ao ginecologista para fazer a minha primeira consulta, pois tinha parado os comprimidos há mais um 1 mês e desde então não tinha mais ficado menstruada (DUM: 12/01). O médico fez a minha avaliação e disse que eu não estaria grávida, pois o útero não estava dilatado. Neste último mês aumento significativamente espinhas e oleosidade na pele. O que fez  pensar na possibilidade de eu ter desenvolvido a SOP (Síndrome de ovários policísticos), já que é a minha história familiar. O gineco pediu para fazer um beta-HCG e uma eco vt, para verificar os ovários policísticos.

Demorei a fazer o exame de sangue, pois não tinha nenhum sintoma gestacional e só fui fazer 1 dia antes de fazer  a eco. Quando olhei no site do laboratório e o resultado do exame era 509 mUI/ml (resultado negativo até 5). Surtei, fiquei feliz, triste... Veio muitos sentimentos. Só pensava JÁ! NÃO ACREDITO! Fui para casa e não contei para o meu marido até que eu fosse ao médico mostrar e entender o resultado. Como estaria grávida se não tinha ovulado!

No dia seguinte de manhã cedo fui ao ginecologista desesperada para saber se o resultado era positivo ou se algum hormônio poderia ter mascarado o exame (falso-positivo), pois a data a minha última menstruação foi dia 12/01 e não fechava com a semana de gestação que o exame estava mostrando (4 semanas). Além disso, na segunda feira eu tinha me consultado e o médico tinha dito que o meu útero não estava dilatado.

SIM, estava grávida. Então pedi para repetir o BHCG.

Uma semana depois (13/03) repeti o exame... Resultado 1000mUI/ml (5 semanas gestacionais).
A partir desta data, todos os sintomas gestacionais começaram aparecer! Enjoos, muitas cólicas, fome, micção frequente e sono.


COMEÇANDO A CUIDAR DA ALIMENTAÇÃO!

Dei-me por conta que agora eu precisava cuidar ainda mais da minha alimentação. Pois, o 1° trimestre é de extrema importância para a formação do bebê, onde ocorre a intensa divisão e multiplicação celular – fase embrionária/Hiperplasia.

O estado nutricional da mãe antes da gestação é essencial para garantir o aporte de nutrientes que o bebê precisa para o seu desenvolvimento saudável.

Antes de pensar em parar os comprimidos eu já estava tomando ácido fólico e um complexo de vitaminas e minerais que eu tinha me receitado (vitamina C, zinco, vitamina D3, selênio, magnésio e cálcio).

Em janeiro eu tinha consultado uma colega nutricionista que também trabalha com ortomolecular e tinha feito o exame do vegatest e apareceu algumas deficiência de vitaminas e minerais e excessos de metais pesados. Neste momento mudei bastante a minha alimentação – já pensando no desenvolvimento do bebê.

Uma coisa que eu sempre falo para as minhas pacientes gestantes:
 “Não precisa comer por dois, mas precisa consumir nutrientes por dois”.

Acompanhe semana a semana...


Nenhum comentário:

Postar um comentário