Perfil

Criamos esse espaço para que nossos pacientes, amigos e curiosos por nutrição possam sempre encontrar informações, novidades, receitas e dicas que vão de encontro ao nosso atendimento. Esperamos que vocês curtam!

CONTATO:

Rua Dr. Montaury 1441 sala 402. Caxias do Sul/RS
Tel: (54) 30664554
Whats: (54) 981557525
Email: clarisse@corporesanocaxias.com.br
Site: www.corporesanocaxias.com.br
Face: www.facebook.com/clarisse.zanette
Instagran: @clarissezanette

4 de maio de 2010

Intolerância à lactose TEM SAÍDA?

Hoje resolvi escrever sobre a Intolerância à lactose, tenho atendido no consultório muitos adultos desenvolvendo a intolerância tardia.
Para iniciar o texto vou explicar o que seria a lactose...
A lactose é um tipo de açúcar que existe no leite e nos seus derivados. A intolerância à lactose é a incapacidade do organismo em digerir a lactose provocada pela ausência ou mau funcionamento da enzima lactase (enzima que digere o açúcar do leite) que se encontra ou não no intestino.
Então a lactose não é quebrada, chega ao intestino grosso intacta, onde é fernentada por bactérias e é justamente isto que causa desconforto e mal-estar. A intensidade dos sintomas varia conforme a dose de lactose ingerida e a quantidade de lactase existente no organismo.
Sintomas: barulhos no abdômen, diarréia, flatulência, dor abdominal, cólicas, náuseas, vômitos, ardência anal, retenção de água no intestino, ou seja, muito mal estar e sensação de desconforto após a alimentação.
Não é possível diagnosticar a Intolerância à Lactose apenas pelas manifestações clínicas, é importante um acompanhamento médico para se fazer os exames específicos e apropriados para detectar a intolerância.
Uma vez diagnosticada a deficiência de lactase, é preciso pensar em estratégias para adapatar a dieta sem dar espaço para as carências Nutricionais.
O leite e seus derivados são a principal fonte de cálcio na dieta e sem cálcio quem  sofre é o esqueleto.
Estudos americanos, mostraram que não se deve tirar totalmente os laticínios do cardápio, porque o corpo vai entender que não precisa mais produzir a enzima que digere  esses alimentos. Então o ideal é ir tentando determinar qual a quantidade de produtos lácteos que cada organismo suporta, começar com pequenas doses. Quanto menor a porção ingerida por vez, menor a probabilidade de desencadear problemas digestivos. Abaixo uma lista de estratégias que são bem aceitos pelos intolerantes à lactose:
  • Iogurtes fermentados
  • Queijo roquefort e cheddar (cuidar com a gordura)
  • Não comer de barriga vazia
  • Chocolate amargo é o mais tolerável
Atualmente já existe uma grande variedade de alimentos que podem substituir os produtos a base de leite, como a soja e seus derivados, extrato de soja, leite de soja, farinha de soja, proteína de soja texturizada, missô, shoyo e cereais integrais. Dê preferência para os enriquecidos com cálcio.
                               
Dica: Sempre ler os rótulos od alimentos para ver se há lactose ou soro de leite na composição.
E este site www.semlactose.com.br disponibiliza uma lista de produtos que não contém
lactose.

Se você sabe alguma receita para quem tem intolerância à lactose, compartilhe com agente. Mande para o e-mail nutricionista@clarissezanette.com.br ou deixe nos comentários da matérias.
Se você é deficiência a lactase, conte a sua experiência e como é a sua alimentação diária para evitar o consumo de lactose. É sempre bom partilhar as experiências, isto pode ajudar bastante gente!

Abraços
Clarisse

2 comentários:

  1. Eu não tenho o hábito de consumir roquefort e cheddar mas como outros queijos fortes sem problema. Tenho muito problema com muzarela e queijo prato e queijo minas fresco - se ele for ao forno é não me ataca.

    Iogurte, não posso de jeito nenhum o Activia de pote, me faz um mal danado! Acho que ele tem outras fontes de lactose também.

    Como sou alérgica a soja, minha vida é um pouco mais complicada, mas eu vivo bem com a intolerância a lactose.

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. tenho intolerancia ao leite quero uma dieta de fruta,verduras e legumes para desitoxicar meu organismo

    ResponderExcluir